Equipes que não fizeram sucesso: Forti Corse

Mais um lançamento do blog e que vai precisar da colaboração de todos. Como o título do post adiantou, vamos colocar aqui fotos e um resumo da história de equipes que não tiveram uma passagem, digamos, feliz pela Fórmula Um. A ideia surgiu à partir da leitura de textos que tratavam sobre equipes novatas, aquelas que eram lavagem de dinheiro, aquelas que não saíram do papel, e por aí vai.

moreno forti corseRoberto Pupo Moreno e seu voo.

Foi difícil escolher qual equipe teria a honra de ser a primeira em alguma coisa relacionada à F1. Mas aí eu vi uma foto muito legal no blog F1 Nostalgia não me lembro em qual agora, e resolvi falar da Forti Corse.

Pois bem, a equipe Forti foi criada no final dos anos 70 e obteve participações  bem sucedidas em categorias menores, como a F3, nos anos 80, e na extinta F3000, no início dos anos 90. A partir daqui a tragédia começa.

Só para você ter uma idéia de como não poderia dar certo, a equipe se fundiu com mais duas equipes bem bizarras, a Simtek e a Pacifc (que entrou no meio de 95), equipes que entraram na F1 em 94 e que contavam com a falta de recursos, uma organização pífia, pilotos pagantes e carros ruins. Claro que vou falar delas um dia, calma. É uma prova que não vai faltar assunto.

forti corse 1995 dinizDiniz em 1995: carro muito ruim

Pois bem, a Forti Corse participou das temporadas de 95 e 96 e na primeira temporada contava com vários patrocínios brasileiros, como a Parmalat, Arisco e Kaiser, todos levados por Pedro Malado Paulo Diniz, que era piloto da equipe na época.

O carro de 1995 era tão ruim, tão ruim que na primeira prova eles ficaram 8 SEGUNDOS atrás do pole David Coulthard. Mas por incrível que pareça, eles conseguiram terminar a corrida, Diniz terminou em 15º e Moreno em 16°, 3 voltas atrás do 14º lugar, o piloto Luca Badoer, da Minardi, no GP de San Marino.

luca badoer fortiEle mesmo, Luca Badoer

A equipe disputou 27 corridas, não conseguindo marcar pontos. Por ela passaram, além do Diniz, os pilotos Roberto Pupo Moreno (em 1995), Luca Badoer (ele mesmo!) e Andrea Montermini (titulares no ano de 1996) e o francês Franck Lagorce , como piloto de testes.

forti corse 1996 luca badoer1996: a cor muda, o desempenho melhora um pouco, mas o dinheiro acabou!

Espero que tenham gostado da mais nova seção e aviso aos navegantes que estou escolhendo mais histórias bizarras.

Abraços

Anúncios
Esse post foi publicado em Badoer, Curiosidades, Diniz, Equipes que não fizeram sucesso, Esportes, Forti Corse, Humor, Moreno, Pacifc, Pessoal, Simtek e marcado , . Guardar link permanente.

3 respostas para Equipes que não fizeram sucesso: Forti Corse

  1. Jennifer-Tool disse:

    Obrigado por Blog intiresny

    Curtir

  2. Pipe disse:

    Muito show essa série! Parabéns!

    É ótima pra gente conhecer um pouco mais do que passou pelas pistas da F1. Eu não me lembrava dessa equipe.

    Se lembrar de alguma te aviso, mas acho difícil, já que vc é expert em Fórmula 1… rsrsrs…

    A foto do carro voador está muito maneira! Já o Badoer… já vem fazendo lambanças há mto tempo… rsrsrs

    Falou,

    Abs!

    Curtir

Os comentários estão encerrados.