BMW e as corridas

Este post não vai falar sobre a saída da BMW da Fórmula Um. Vamos falar de outros carros, de outras categorias. Vamos falar de lançamentos, carros antigos e de como a BMW usou o esporte como meio de consolidar sua marca pelo mundo.

A idéia deste post surgiu justamente porque nessa semana a montadora alemã apresentou conceito BMW M3 GTS, modelo que será feito especialmente para o seu feliz dono levá-lo ao limite em algum circuito nos chamados track-days, idéia muito difundida nos EUA e na Europa. A previsão é de que o modelo estará disponível para à venda a partir do segundo trimestre de 2010.

P90053703GTS: versão nervosa do M3 de rua

Assim que você coloca os olhos no olha para as fotos do carro, logo você percebe que o carro tem vocação para as pistas. O carro recebeu um novo defletor dianteiro e um aerofólio traseiro – ambos ajustáveis – e iguais aos utilizados pelas BMW em seus carros que competem no WTCC. Recebeu rodas de 19 pol forjadas em alumínio e eliminou os detalhes cromados da carroceria.

Olhando para o seu interior, você poderá conferir os bancos esportivos tipo concha em fibra de carbono, cinto de seis pontos e extintor de incêndio. Além disso, ao invés de você encontrar o banco traseiro para passageiros, você encontrará a estrutura de reforço da carroceria, necessária para a participação de competições.

P90053702Interior simples, mas no padrão BMW

Como a intenção era produzir um carro de corrida, a BMW fez o que podia para aliviar o peso do carro. Se quiser conforto que compre outro BMW série 3, deve ter pensado os engenheiros da Motorsports, braço que prepara os carros mais ariscos da marca e que emprestam a letra M para o nome deles.

Além dos bancos e do teto (padrão da séria M) de fibra de carbono, o isolamento acústico e o forro das portas são de material mais simples, mas forrados por couro Alcântara, assim como o volante. Não satisfeita pelo depeno, arrancou o sistema de audio e eliminou o ar condicionado automático. E o escapamento foi modificado, sendo fabricado em titânio. Dessa forma, o peso do carro abaixou para 1500kg.

P90053704

Como não poderia deixar de acontecer, o carro também sofreu modificações mecânicas. O motor V8 que antes era de 4.0, passou para 4.4 litros, fornecendo 450cv, trinta cavalos à mais que a versão de rua. O câmbio é automatizado de dupla embreagem de sete marchas é padrão no GTS, assim como os amortecedores ajustáveis.

Para parar o foguete, a Motorsport equipou o bicho com um sistema de  freios de alto desempenho com pinças de seis pistões na frente e quatro atrás. E para o seu dono desfrutar disso e mostrar que é bom de braço, o sistema de controle de tração do carro é bem menos tolerante, deixando o carro mais arisco.

O valor da criança aí é de € 115 mil, algo equivalente a R$ 294 mil. Vale lembrar que esse valor foi convertido sem impostos, afinal, o valor sugerido de um BMW M3, sem preparação alguma, é de R$ 405 mil no Brasil.

Mais detalhes do carro neste video aqui.

Para não ficar muito grande o post, falarei em outra ocasião sobre o BMW M5 CSL antigo e o de 2009, criado para celebrar os 25 anos do M5 CSL.

Abraços

Anúncios
Esse post foi publicado em BMW, BMW M3 GTS, Curiosidades, Esportes, GT3, GTR, GTS, Notícias, Notcias, Pessoal e marcado , . Guardar link permanente.

Uma resposta para BMW e as corridas

  1. Pipe disse:

    Aí, animal essa BM de rua hein!? Não conhecia. Imagina quanto não deve ser o preço do brinquedo, e ainda por cima pra botar na pista e “moer” ele!?
    Não duvido q algum ricasso maluco traga um pra cá para desfilar por aí.
    Show de bola.
    Abraço.

    Curtir

Os comentários estão encerrados.