Tudo Fosco: Ruf CTR3

Hoje na seção de maior sucesso do blog falarei à respeito de um dos projetos mais mutantes que eu já tenha visto. Alguns acharam – ou acharão, caso não conheça – estranho. Alguns acham que é o máximo da radicalização que pode ser encontrada em carros criados com base em outros projetos.

Ruf CTR3: Carinha de 911, desempenho de foguete

O CTR3 das fotos postadas aqui foi desenvolvido pela tradicional preparadora alemã Ruf, especializada em modificar carros da Porsche. Para falar a verdade, é até uma falta de respeito dizer que a empresa é apenas uma preparadora, visto que eles criaram o lendário Yellowbird, o Porsche CTR original e que os aficcionados por games já devem ter visto no jogo Gran Turismo.

Logo de cara você vê que o CTR3 apresenta a silhueta da dianteira de um 911 Turbo, mas modificado por um spoiler de fibra de carbono. O carro manteve a dianteira do 911 para evitar a exigência de crash-tests. Mas a partir das portas, o carro passa a ser uma mistura de outros Porsches, porém com um design único. A traseira, por exemplo, tem uma queda acentuada e apresenta várias saídas de ar, além de um enorme asa traseira. A Ruf diz que o carro tem a carroceria desenhada pela própria Ruf, mas olhando para a traseira me vem a lembrança do Carrera GT, embora as lanternas sejam do Cayman.

Bata vários modelos Porsche no liquidificador com uma boa pitada de pimenta e você terá o mesmo resultado.

Esquecendo o controverso design, vamos para a mecânica. O motor foi baseado em um biturbo de 3.6 litros. O motor é reconstruido do zero, usando-se apenas o bloco original. O motor 3,6-litros de seis cilindros opostos foi ampliado para 3,8-litros e teve sua potência ampliada para 700 cv a 7.000 rpm, O torque chega a inacreditáveis 90,8 kgm a 4.000 rpm.

A máxima alcançada pelo modelo é de 375 km/h. Mais rápido do que ele somente os superesportivos Bugatti Veyron, o Koenigsegg CCX  e o SSC Ultimate Aero TT.  Para ir de 0 a 100 km/h, ele leva apenas 3,2 s.

Espero que tenham gostado do carrinho, que tem a pintura avaliada em milhares de euros. Ah, o valor do foguete é em torno de 380.000 euros.

Um modelo na cor prata: nem tudo que é fosco é preto.

Você pode até achar estranho, mas anda uma barbaridade.

Abraços

Esse post foi publicado em CTR3, Curiosidades, Pessoal, Porsche, RUF, Tudo Fosco / Carros, Uncategorized e marcado . Guardar link permanente.

2 respostas para Tudo Fosco: Ruf CTR3

  1. Pipe disse:

    Não achei estranho não, animal isso sim. Me lembra muito o Carrera GT, principalmente a traseira. Esse prata fosco também está lindo demais, e que motorzão hein?! Os Porsches são sinistros demais cara, cada vez gosto mais deles.

    Valeu,

    Curtir

    • Eu sou suspeito para falar porque sou fã da marca. A cada dia que passa eu fico mais apaixonado pelo 911 e suas características. Simplesmente o tempo passa (passou 45 anos!), o design quase não mudou e a essencia é a mesma.

      É um ícone dentro do mundo automotivo, comparável aos Lamborghini Diablo, McLaren F1 e Ferrari F40. Porém, esses estão fora de linha e eram carros difíceis de serem conduzidos no dia a dia, eram mais carros de corrida do que qualquer coisa. Não tinham a essencia de um 911.

      Resumindo: empreste para sua mãe ir ao mercado e ela não vai reclamar de nada! De pedal duro, de banco desconfortável, dificuldades com direção pesada, falta de ar condicionado, nada! Depois você pega de volta e vai fazer uma corrida! Isso é um Porsche.

      Abraços

      Curtir

Os comentários estão encerrados.