Treinos de terça e o “cai fora”

Galera, é o seguinte: não dá para comparar uma equipe com a outra. Ainda não dá, mas os pilotos vão dando entrevistas, comentando algo aqui e ali, e aí as dicas surgem.

O que eu já posso adiantar é que Barrichello já mandou o recado, falando que ainda não andou com o carro com o tanque baixo, com pouca gasolina. Disse que só andou com o tanque da metade pra cima. E lele foi além, disse que trabalhando apenas com o acerto do carro, sem mexer no volume de gasolina, ele melhorou o seu tempo em 1 segundo.

Barrichello diz que ainda não andou com tanque baixo. No detalhe da foto dá para perceber que Massa andou com pneus de chuva.

McLaren Hulk: Hamilton fazendo alguns testes da parte aerodinâmica do seu carro

Outra análise que o brasileiro fez foi em relação a Ferrari. Barrichello disse que não sabe qual volume de gasolina que Massa andava, mas quando virou em 1min11s, na volta seguinte ele girava em 1min16s, dando a entender que só conseguia tempos superiores aos outros devido a pouca gasolina em seu tanque.

Mesmo com essas dicas, não dá para ter certeza de quanta gasolina um piloto esta carregando durante seus testes. Mas o da Williams a gente já sabe.

Outro detalhe importante que foi comentado pelos dois pilotos brasileiros é a tendência do carro sair de frente. Isso já era esperado porque os pneus frontais deste ano são mais estreitos e os pilotos terão mais trabalho para acertar isso.

Já Felipe Massa destacou o equilíbrio da nova Ferrari, dizendo que o carro é bastante superior ao do ano passado. É importante essa declaração, justamente porque neste ano tivemos, além das mudanças nos pneus, mudanças no peso e mesmo assim o carro é melhor que o seu antecessor.

Massa acha que o carro deste ano é superior ao antecessor, mesmo com as mudanças.

Kobayashi ficou em 2º na tabela de tempo. Satisfeito com o rendimento do carro, mostrou cautela nas declarações

Atenção aos navegantes: só vai dar para termos uma idéia no último treino da pré-temporada.

Tempos de terça:

1º F. Massa         Ferrari              1m11.722s  124 voltas
2º K. Kobayashi     BMW Sauber-Ferrari   1m12.056s   96 voltas
3º L. Hamilton      McLaren-Mercedes     1m12.256s  108 voltas
4º R. Kubica        Renault              1m12.426s  119 voltas
5º N. Rosberg       Mercedes GP          1m12.899s  119 voltas
6º R. Barrichello   Williams-Cosworth    1m13.377s  102 voltas
7º S. Buemi         Toro Rosso-Ferrari   1m13.823s  107 voltas

Sobre a declaração de Barrichello falando para Nico Rosberg “cair fora”: SEM COMENTÁRIOS.

O cara não pode falar nada que todo mundo mete o pau (sem trocadilhos, por favor). E o pior é que ele falou na brincadeira, de alguém que sabe o quanto é difícil dividir uma equipe com Schumacher e já sabendo que todo mundo ia criar polémica. Parece que ele gosta disso.

Rosberg e sua Mercedes: Mandou mal nas suas declarações

Aí vem o Rosberg, com um tom nada amistoso nas suas declarações, falando que tem competência para andar na frente do companheiro de equipe e que ele não teve. Pode até ter, mas eu ainda não vi essa competência no Rosberg. Você viu? Contra quem Rosberg foi mais rápido, contra o Nakajima?

Pensando bem, pelo que Schumacher já andou, sem estar totalmente adaptado, Rosberg vai pensar seriamente no que Barrichello falou depois da temporada. Até porque, até agora, Rosberg ainda não provou nada. E o que ele vai provar neste ano pode ser tão amargo quanto a resposta que deu.

Kubica com o capacete preto: ficou bonito, mas deve ser um teste do novo modelo do fabricante de capacetes. Massa testou um ontem.

Abraços

Esse post foi publicado em Barrichello, Capacetes, Espanha, Esporte, Esportes, Felipe Massa, Ferrari, formula um, Hamilton, Kobayashi, Kubica, Massa, McLaren, Mercedes, Nakajima, Notícias, Notcias, Renault, Rosberg, Sauber, Schumacher, Teste, testes, Treino, Treinos, Valência, Williams e marcado , . Guardar link permanente.