Especial: Jaguar em Le Mans – 1ª parte

Já tem alguns dias que a Jaguar anunciou que participará das 24 Horas de Le Mans deste ano para comemorar os 75 anos de fundação da marca.

E como eu não poderia deixar esse acontecimento passar em branco – e também não quero fazer igual aos outros, que simplesmente citam o tal anúncio e colocam as fotos que foram usadas no noticiário – vou postar fotos dos carros da Jaguar que já venceram a lendária corrida. Se der, coloco a ficha técnica dos felinos.

Jaguar XK120C ou C-Type – 1951 e 1953

Esse carro foi o primeiro modelo da marca a vencer em Le Mans. Os pilotos eram Peter Walker e Peter Whitehead em 1951. Já em 1953 a Jaguar repetiu o feito, com Duncan Hamilton e Tony Rolt ao volante.

O carro era baseado no famoso modelo da marca, o XK120. Porém, o XK120C, ou C-Type, foi feito para participar das corridas de endurance, que eram bastante famosas naquela época e seu desenvolvimento demorou apenas 6 semanas.

O carro acima é o XK120 de rua, de 1948. Participou de várias corridas, chegando a competir em Le Mans no de 1950, ficando em 12º lugar e provando sua vocação para as pistas. O modelo acabou servindo de base para o XK120C.

Os C-Type enfrentaram a concorrência dos Talbot, Aston Martin e Ferrari. Os prinpiais pilotos foram Stirling Moss, Peter Walker, Peter Whitehead, Duncan Hamilton e Tony Rolt.

O modelo tem um design diferenciado do XK120 de rua e a mecânica sofreu alguns ajustes. O que chama a atenção neste modelo é o cuidado da Jaguar com a parte aerodinâmica.

Com o sucesso do modelo, foram fabricados cerca de 54 carros para  fornecer aos participantes de equipes particulares.A mais famosa foi Ecurie Ecosse. Custavam 1500 ₤ aos seus compradores. Existe alguns que ainda andam por aí em provas históricas e em exposições.

Ficha técnica

Motor: 6 cilindros em linha, 3.5 litros, dupla carburação, naturalmente aspirado, frontal e longitudinal, 210cv à 5800 rpm.

Transmissão: 4 marchas manual.

Direção: Pinhão e cremalheira

Chassis: tubular e carrceria feita em alumínio, 953 kg

Freios: tambor em 1951 e disco em 1953,  na frente e atrás.

Suspensão: Wishbones com barras de torção e amortecedores hidráulicos na frente e eixo rígido em w com barras de torção atrás.

Desempenho: 0 – 96 km/h em 8,0 segundos, 0 – 160 em 20 segundos, máxima de 226 km/h

Modelo restaurado recentemente

Espero que tenham gostado da mais nova mini-série do blog

Anúncios
Esse post foi publicado em 24 Horas de Le Mans, C-Type, clássicos, Curiosidades, Esporte, Esportes, Jaguar, Le Mans, Pessoal, XK120C e marcado , . Guardar link permanente.

2 respostas para Especial: Jaguar em Le Mans – 1ª parte

  1. Pipe disse:

    Muito legal a idéia mesmo. Tem muitos carros lendários da jaguar que merecem a lembrança. Não conhecia esse, estilo inconfundível da marca, elegante e agressivo. Quero só ver o que eles vão colocar em Le Mans esse ano.
    Falou.

    Curtir

  2. Leandro homenagem e mini-série mais que bem vindas. Falar dos felinos de Sir. William Lyons não rendem um único post, isso sem levar em consideração a exclusividade e as boas performances típicos dos Jaguars, o que renderia páginas e mais páginas sobre o assunto, e sem sombra de dúvidas a volta dos JAG’s a prova de Le Mans merece ser celebrado.

    Parabéns por esta mais nova investida do Fórmula Total.

    abs.

    Curtir

Os comentários estão encerrados.