WRC: a supremacia de Loeb e Citröen.

Os carros da Citröen foram imbatíveis durante todo o final de semana e Loeb foi supremo no asfalto búlgaro.

Neste final de semana aconteceu a sétima etapa do WRC, que foi realizada na Bulgária. Sebastien Loeb mostrou que esta, como sempre, em ótima forma e esta cada vez mais perto de conquistar seu hepta campeonato. Já a Citröen, mostrou toda sua supremacia no WRC e colocou quatro carros entre os cinco primeiros lugares.

Logo no primeiro dia, sexta-feira, Loeb foi perfeito e venceu os quatro estágios do dia, sem dar chances aos seus concorrentes. O hexacampeão mundial e líder do campeonato comprovou a supremacia no asfalto, já que venceu os últimos 15 ralis disputados neste tipo de piso. O segundo lugar foi ocupado por Daniel Sordo, companheiro de equipe de Loeb na Citroën, 28s1 atrás. Sordo conseguiu a segunda posição depois que Sébastien Ogier perdeu o controle do carro na penúltima especial e caiu para o sexto lugar. Petter Solberg, que também disputa o campeonato com um C4, porém particular, terminou o dia numa ótima terceira posição.

Dani Sordo acabou herdando a segunda posição de Ogier, que cometeu um erro e acabou o dia em sexto.

Petter Solberg terminou o dia em terceiro.

Só para termos ideia do que Loeb fez, basta ler o comentário de Sordo no final do dia:“Não é fácil, o Sebastien está pilotando muito bem. Às vezes, nem dá para acreditar no que ele faz”.

Mikko Hirvonen colocou a Ford na quarta posição, mas disse que estava muito difícil de acompanhar os carros da montadora francesa. Jari-Matti Latvala, também com Ford, finalizou as atividades em quinto, à frente de Ogier.

Hirvonen conseguiu colocar seu Focus na quarta posição no primeiro dia de competições.

Per Gunnar Andersson, que também pilota para a montadora norte-americana, foi o sétimo colocado. Frigyes Turan, colocou a Peugeot na oitava posição. Matthew Wilson e Henning Solberg, este, com Ford Fiesta, fecharam o top-10 da sexta-feira.

Quem vinha muito bem no rali era Kimi Raikkonen, que perdeu o controle do carro no final do último estágio e acabou capotando. O piloto ocupava o quinto lugar e nada sofreu com acidente. Além disso, a sua equipe conseguiu mandar seu carro de volta no dia seguinte e o finlandês quase terminou a etapa búlgara entre os dez mais rápido.

Já o segundo dia foi dominado por Petter Solberg, que venceu três dos seis estágios do dia. Porém, o domínio do norueguês não foi suficiente para remover Sébastien Loeb da ponta e nem tomar o segundo posto de Sordo. Como havia sido muito superior aos demais durante todo o primeiro dia, Loeb adotou uma medida mais cautelosa no segundo dia.

Petter Solberg promoveu algumas mudanças de acerto durante o segundo dia e venceu três dos seis estágios do dia.

Mudanças mesmo só no quarto lugar, quando Ogier conseguiu superar Hirvonen, que terminou o dia em quinto, e Jari-Matti Latvala, que ficou com a sexta posição. Kimi terminou o dia no 14º lugar, mostrando que o acidente sofrido no dia anterior não havia sido grave. No décimo estágio, o finlandês terminou em sexto, mostrando que se dá muito bem no asfalto.

Ogier ficou com a quarta posição no segundo dia.

Kimi se recuperou no segundo dia, ficando com o 14º lugar.

Per Gunnar Andersson vinha em sétimo, seguido de Frigyes Turan, Matthew Wilson e Henning Solberg, que também representam a Ford, completando o top-10.

No domingo, Dani Sordo e Petter Solberg lutaram até o final para ver quem ficaria com a segunda posição, pois Loeb estava inalcançável e só teve o trabalho de manter a diferença para os demais competidores. Solberg chegou a descontar mais de 20s para Sordo no sábado, mas não foram suficientes para bater o companheiro de equipe de Loeb.

Loeb esta impossível.

Dani Sordo conseguiu assegurar o segundo lugar.

Solberg bem que se esforçou, mas não conseguiu tirar o segundo lugar de Sordo.

Ogier completou o 1-2-3-4 da Citröen.

Ogier venceu a 14ª e última especial da etapa e conseguiu permanecer na quarta posição, dando a Citröen os 4 primeiros lugares. Restou a Ford o quinto lugar, conquistado por Hirvonen. O finlandês terminou o rali à frente de seu compatriota, Jari-Matti Latvala, que foi sofreu com problemas na direção hidráulica e terminou mais de um minuto atrás de seu companheiro de equipe. Per Gunnar Andersson, também piloto da montadora norte-americana, foi o sétimo. Frigyes Turan manteve o bom rendimento da Peugeot e finalizou em oitavo, seguido por outros dois pilotos da Ford: Matthew Wilson e Henning Solberg.

Hirvonen foi o melhor da Ford, ficando com o 5º lugar.

Frigyes Turan foi bem com seu 307 e ficou em oitavo.

Matthew Wilson ficou em nono.

Henning Solberg fechou em décimo.

Loeb soma agora 151 pontos, contra 100 de seu compatriota, Sébastien Ogier. Mikko Hirvonen segue em terceiro, com 86. A próxima etapa da temporada do WRC será realizada na Finlândia, em piso de terra, entre os dias 29 e 31 de julho.

Anúncios
Esse post foi publicado em Bulgária, C4, Citröen, Esporte, Esportes, Focus, Ford, Ford Fiesta S2000, Ford Focus, Hirvonen, Loeb, Notícias, Notcias, Ogier, Peugeot, Raikkonen, Raikonnen, Rally, Solberg, Sordo, Turan, Wilson, WRC e marcado , . Guardar link permanente.