Rapidinhas: o pós F1 de Kimi Raikkonen

Kimi Raikkonen é mesmo um cara bem diferente daqueles que estão atualmente disputando o mundial de Fórmula Um. Saiu da Fórmula Um porque estava de saco cheio com aquilo tudo e não quis entrar em alguma equipe que não tivesse um carro para disputar o título. Se tivesse ligado para Ron Dennis ele estaria no lugar de Button, mas disputando as atenções com Hamilton.

Kimi tem mostrado grande evolução ao londo do mundial de rali desde ano

Escolheu o WRC como a sua nova casa e esta adorando. Venceu a sua primeira especial neste final de semana, na Alemanha (daqui a pouco eu conto como foi), e disse que não pretende mais voltar a Fórmula Um.

“Provavelmente nunca mais volte para lá. É algo que fiz por muitos anos e tive muitos bons momentos. Ganhei um Mundial, que é o que eu sempre quis, mas os tempos mudaram. Agora estou no rali e há muitas outras coisas além da F1 na vida.”

Além disso, Kimi disse que gostaria de disputar as 24 Horas de Le Mans. Para ser mais exato, gostaria de ter a oportunidade de ter um carro para vencer a tradicional prova francesa.

“Eu gostaria de tentar, mas você precisa encontrar o equipamento certo”, ressaltou Raikkonen. “Se você quer ganhar, então há apenas dois: a Peugeot e a Audi. Espero ter uma chance um dia”.

É ou não é um cara diferente?

Anúncios
Esse post foi publicado em 24 Horas de Le Mans, C4, Citröen, Esporte, Esportes, formula um, Notícias, Notcias, Raikkonen, Raikonnen, Rally, Rapidinha, Rapidinhas, Red Bull, WRC e marcado , . Guardar link permanente.

2 respostas para Rapidinhas: o pós F1 de Kimi Raikkonen

  1. Kimi é mesmo diferente. Não liga para ficar na F-1 e quebrar todos os recordes. Já é campeão mundial, já ganhou quase 20 corridas, já está na história e já tem dinheiro. Agora quer curtir a vida, sem ter de se preocupar tanto com os resultados ou com os compromissos de marketing. É tudo o que uma pessoa precisa, poder fazer somente o que quer.

    Curtir

Os comentários estão encerrados.