WRC: Loeb detona concorrência no asfalto alemão.

*Hoje o resumo do WRC esta um pouco diferente. Coloquei as fotos fora de contexto para que outros carros pudessem entrar no post. Se não gostarem eu volto com o contexto utilizado normalmente. Espero que curtam.

O francês Sebastien Loeb não cansa de derrotar seus adversários e bater recordes. O piloto da Citröen venceu a etapa alemã do mundial de rali de forma arrebatadora, com extrema perícia e muita velocidade. Além da superioridade demonstrada no final de semana, essa foi a sua oitava vitória consecutiva em território alemão.

A etapa germânica também comprova a superioridade dos carros da Citröen diante dos rivais da Ford, que tiveram uma série de problemas mecânicos ao longo do fim de semana e conquistaram somente o quarto lugar, com Latvala. Inclusive, Latvala mostrou que estava bem à vontade no asfalto alemão, embora o Focus já não seja mais páreo para o C4.

Logo no primeiro dia, Loeb venceu quatro das seis especiais programadas, terminando o dia com 9,5 segundos de vantagem para o espanhol Daniel Sordo. O espanhol, que contava com um novo copiloto, Diego Vallejo, até que andava no mesmo ritmo de Loeb, mas sempre perdia alguns preciosos segundos durante as etapas.

Loeb dominou todo o final de semana na Alemanha

Novamente na equipe principal, Dani Sordo fez um ótimo rali.

Disputando o terceiro lugar durante todo o final de semana, Ogier acabou levando a melhor em cima de Latvala.

O finlandês Jari-Matti Latvala conseguiu terminar o dia na terceira colocação, mas com uma diferença de 1min04 para Loeb. Atrás dele ficou Sébastien Ogier, que pressionou os pilotos da Ford durante todo o dia. Mikko Hirvonen finalizou na quinta posição, sendo superado por Ogier na última especial.

De volta ao WRC, o belga François Duval foi muito bem, mas sofreu com problemas na transmissão do seu Ford Focus WRC no período da manhã e terminou o dia na sexta posição. Houve uma briga interessante entre Duval, Matthew Wilson e Kimi Raikkonen, sempre separados por poucos segundos.

Já Petter Solberg é um verdadeiro azarado. Logo na primeira especial do dia, o piloto finlandês teve um pneu furado, fazendo com que ele perdesse muito tempo. Na expectativa de recuperar o tempo perdido, Solberg passou o dia todo andando no limite, mas na última especial, o finlandês teve outro pneu furado e terminou o dia na nona posição. Ken Block, que corria pela primeira vez na Alemanha, terminou o dia na décima posição.

Latvala fez o que podia com seu Ford Focus

Mais uma vez Solberg deu show.

Duval vinha bem  até capotar.

No segundo dia, Loeb continuou seu domínio com uma tocada consistente e completou os oito estágios do dia com uma diferença de 35 segundos para o companheiro de Citroën, Daniel Sordo. Inclusive, a batalha entre Loeb e Sordo foi boa, pois Loeb e Sordo venceram o mesmo número de especiais: três cada um.

A briga pelo terceiro lugar também foi bastante acirrada, com Ogier superando Latvala ainda na primeira parte do dia. Porém, Latvala não deu trégua para Ogier e foi uma verdadeira ameaça para o piloto da Citröen Júnior.

Mas quem brilhou mesmo foi Petter Solberg. Vencedor de dois estágios no dia, mostrou incrível velocidade e conseguiu a proeza de descontar mais de 8 segundos de Loeb. Com o brilhante desempenho, Solberg conseguiu sair do nono lugar e terminar o dia em quinto, mas longe de ameaçar Latvala.

François Duval vinha mantendo a sexta posição, mas acabou perdendo o controle e capotou com seu Focus WRC. No entanto, mesmo não capotando, seria difícil Duval segurar o rapidíssimo Solberg. Quem se deu bem com o acidente foi Kimi Raikkonen, que finalizou o dia em sexto, garantido quase 20 segundos de vantagem sobre Matthew Wilson, num Ford da Stobart.

Mikko Hirvonen teve vários problemas ao longo do segundo dia.

Kimi Raikkonen venceu sua primeira especial e ficou em sétimo.

Ken Block vinha bem, mas quebrou no último dia.

Mikko Hirvonen enfrentou vários problemas no seu Focus e terminou o dia em oitavo, mesmo não tendo cumprido a última especial. Ken Block era o nono, sempre mantendo o seu ritmo cauteloso e sem cometer erros, mantendo o objetivo de terminar o rali.

No último dia de competição, Loeb abriu ainda mais e venceu o rali com uma vantagem de 51 segundos para o companheiro de equipe, Daniel Sordo, que garantiu a segunda colocação. Sébastien Ogier obteve o terceiro posto, consolidando o ótimo desempenho da marca francesa.

Jari-Matti Latvala salvou o dia da Ford e assegurou a quarta colocação na prova alemã, seguido por Petter Solberg, que estava terrível e venceu dois dos cinco estágios finais. Loeb venceu outros dois, enquanto Kimi Raikkonen, que terminou em sétimo após uma dura batalha com Matthew Wilson, conquistou a vitória na última especial do dia.

Wilson fechou o rali na sexta posição. Khalid Al Qassimi se recuperou e terminou em oitavo, à frente de Mark van Eldik e Patrik Sandell. Ken Block, que vinha realizando o seu rali mais consistente de 2010, sofreu com um problema no alternador na parte da manhã, o que colocou um ponto final na sua prova.

Matthew Wilson brigou o tempo todo com Kimi Raikkonen pelo sexto lugar.

Khalid Al Qassimi ainda conseguiu ficar entre os dez mais rápidos.

Mark van Eldik ficou em nono.

Sandell fechou o top ten.

Ficou desse jeito:

1.  Sebastien Loeb       Citroen  3h59,38.3
2.  Dani Sordo             Citroen     + 51.3
3.  Sebastien Ogier      Citroen   + 2m13.3
4.  Jari-Matti Latvala     Ford      + 2m33.9
5.  Petter Solberg        Citroen   + 6m47.7
6.  Matthew Wilson       Ford      + 8m46.7
7.  Kimi Raikkonen      Citroen   + 8m50.5
8.  Khalid Al Qassimi    Ford     + 17m36.5
9.  Mark van Eldik        Subaru   + 17m53.0
10.  Patrik Sandell       Skoda    + 17m58.8

Com o resultado da etapa alemã, Loeb soma agora 191 pontos, contra 133 de Ogier e 117 de Latvala. A próxima prova do Mundial acontece no Japão, entre os dias 10 e 12 de setembro.

Abraços

Anúncios
Esse post foi publicado em Alemanha, Block, C4, Citröen, Duval, Eldik, Esporte, Esportes, Ford, Ford Focus, Hirvonen, Latvala, Loeb, Notícias, Ogier, Qassimi, Raikkonen, Raikonnen, Rally, Sandell, Skoda, Skoda Fabia, Solberg, Sordo, Subaru, Subaru Impreza, Wilson, WRC e marcado , . Guardar link permanente.

Uma resposta para WRC: Loeb detona concorrência no asfalto alemão.

  1. Cara, rally é um negócio que eu curto mas que não acompanho de perto, vejo meio por cima. Para mim os pilotos mais completos são os de rally, melhores até que os da F-1. Tem que ser muito bons. O Loeb é fantástico.

    Curtir

Os comentários estão encerrados.