MotoGP: deu Stoner de novo

Casey Stoner venceu a etapa japonesa da MotoGP neste final de semama passado. E, aparentemente, venceu sem grandes dificuldades. Foi o segundo triunfo seguido do piloto da Ducati neste ano. Entretantpo, a prova foi marcada por uma emocionante disputa entre Rossi e Jorge Lorenzo.

Largando em terceiro, a vitória de Stoner foi garantida ainda na primeira curva, quando o australiano assumiu a liderança da prova, superando Dovizioso, único piloto da Honda na corrida. Nesse momento, Rossi tentava se manter em terceiro, mas foi ultrapassado por Jorge Lorenzo. Quem largou bem mesmo foi Loris Capirossi, que saiu do décimo lugar para assumir a sexta posição, atrás de Edwards.

Mais atrás vinham Marco Simoncelli, com Ben Spies em oitavo. Marco Melandri ocupava o nono lugar, à frente de Nick Hayden. A troca de posições era intensa neste pelotão. Quando Hayden alcançou Spies, os dois escaparam da pista e, por pouco, não deixaram a corrida.

Lá na frente, Dovizioso tentava se aproximar de Stoner, mas o australiano conseguia manter a diferença para o representante da Honda.

“Andrea esteva sempre lá, a pressionar-me, e de cada vez que pensava que já tinha conseguido alguma distância para ele e podia respirar, ele voltava. Tive de acelerar a corrida inteira e só na última volta pude relaxar. Foi uma grande vitória para nós, especialmente neste circuito e representa muito para nós”, disse o australiano da Ducati.

Stoner tentava abrir de Dovizioso, mas o italiano estava sempre na cola do australiano.

Já a briga entre os pilotos da Yamaha continuava, com Rossi superando Lorenzo na quinta volta. Um pouco mais atrás, Simoncelli superava Edwards e passava a liderar o pelotão a partir da quinta posição. Mas o italiano não conseguiu segurar o piloto da Tech 3 por muito tempo e foi logo ultrapassado, embora tenha oferecido enorme resistência.

Boa disputa entre Simoncelli e Edwards.

Edwards e Simoncelli conseguiram se distanciar do bloco de pilotos, que tinha Capirossi à frente. Loris e Álvaro Bautista travaram também uma bela batalha particular. Melhor para o espanhol, que ficou com a sétima colocação depois de um problema com o parceiro de Suzuki, já no fim da prova. Depois desses incidentes a corrida prosseguia de forma tranquila, até que nas 5 últimas voltas Lorenzo resolve partir pra cima de Valentino e colocar emoção na prova.

Numa disputa pra lá de empolgante, os dois chegaram a se tocar por duas ocasiões. Lorenzo superou o italiano por duas vezes, mas Valentino apertava o ritmo e conseguia recuperar o lugar perdido.

Capirossi e Bautista fizeram uma boa disputa.

A disputa entre os pilotos da Yamaha foi o ponto da corrida.

No final, Stoner cruzou a linha de chegada com uma vantagem de 3,868s para Dovizioso, que alcançou assim o quinto pódio da temporada (o primeiro foi em Silverstone). Jorge ainda tentou um bote na última volta, mas Valentino mais uma vez tomou o terceiro posto, deixando o atual líder do Mundial cruzar em quarto.

O quinto lugar ficou mesmo com Edwards, seguido por Simoncelli, Bautista, Spies, Randy de Puniet e Hiroshi Aoyama.

Com a ausência do lesionado Dani Pedrosa, Lorenzo aumentou a vantagem no topo da classificação do Campeonato para 69 pontos. Stoner continua em terceiro, com Dovizioso perdendo o quarto lugar para Rossi. A próxima etapa da MotoGP acontece no próximo domingo, no circuito de Sepang, na Malásia, onde Lorenzo tem a chance decelebrar o seu primeiro título da carreira, já que Pedrosa não corre mais neste ano.

Anúncios
Esse post foi publicado em Bautista, Capirossi, Dovizioso, Ducati, Edwards, Esporte, Esportes, Honda, Japão, Lorenzo, MotoGP, Notícias, Notcias, Rossi, Simoncelli, Spies, Stoner, Suzuki, Yamaha. Bookmark o link permanente.