Treinos livres do GP da Coreia do Sul

O homem a ser batido: pelo visto, Webber vai andar o fino nessas três provas que restam no calendário.

A Coreia perdeu o acento e o nome ficou esquisito, mas tudo bem. O que não foi esquisito foi a superioridade apresentada por Webber durante o segundo treino. O primeiro treino, liderado por Lewis Hamilton, foi apenas uma adaptação dos pilotos ao circuito e às condições da pista.

Mas aí alguém pode olhar para os tempos obtidos e me falar que Webber não foi tão superior assim, apenas 0,2s mais rápido que Alonso, o segundo da sessão. Só que quando Webber usava os pneus duros e desgastados, ele andava no mesmo ritmo dos demais, que estavam calçados de pneus moles. Quando ficou em pé de igualdade com os demais pilotos, ele conquistou o tempo com extrema facilidade.

Como havia falado no post anterior sobre o GP, e se não falei deveria ter feito isso, a Ferrari, McLaren e Renault apresentaram um desempenho superior aos carros energéticos no primeiro setor, justamente aquele que contém as retas mais longas. Mas nos outros dois setores as coisa se invertem, e aí o equilíbrio da Red Bull falou mais alto.

A Ferrari se apresentou como devia, com Alonso ficando em segundo. Esta na briga para largar o mais perto possível de Webber. A McLaren andou mais perto por causa das condições da pista, que apresentou baixa aderência, e por causa da qualidade dos seus pilotos. Não foi uma evolução do carro. A Renault se apresentou muito bem e Kubica pode muito bem avançar um ou dois lugares no grid.

Alonso tem que largar o mais perto possível de Webber para tentar alguma coisa na corrida.


A McLaren se aproveita da situação da pista e coloca seus pilotos na disputa pelas primeiras posições.

No miolo nós teremos uma boa briga entre a Renault de Petrov, as Mercedes de Schumi e Rosberg, a Sauber de Koba e Heidfeld, as Williams de Rubens e Hulk, além de Sutil e Liuzzi com a Force India.

Vamos ver como a pista vai estar amanhã. De repente podemos ter algumas surpresas.

Tempos:
1. Mark Webber (AUS-Red Bull) – 1min37s942
2. Fernando Alonso (ESP-Ferrari) – 1min38s132
3. Lewis Hamilton (GBR-McLaren) – 1min38s279
4. Robert Kubica (POL-Renault) – 1min38s718
5. Jenson Button (GBR-McLaren) – 1min38s726
6. Felipe Massa (BRA-Ferrari) – 1min38s820
7. Sebastian Vettel (ALE-Red Bull) – 1min39s204
8. Vitaly Petrov (RUS-Renault) – 1min39s267
9. Nico Rosberg (ALE-Mercedes) – 1min39s268
10. Kamui Kobayashi (JAP-Sauber) – 1min39s564
11. Nick Heidfeld (ALE-Sauber) – 1min39s588
12. Schumacher (ALE-Mercedes) – 1min39s598
13. R. Barrichello (BRA-Williams) – 1min39s812
14. V. Liuzzi (ITA-Force India) – 1min39s881
15. Adrian Sutil (ALE-Force India) – 1min39s971
16. N. Hulkenberg (ALE-Williams) – 1min40s478
17. Alguersuari (ESP-Toro Rosso) – 1min40s578
18. S. Buemi (SUI-Toro Rosso) – 1min40s896
19. Heikki Kovalainen (FIN-Lotus) – 1min42s773
20. Jarno Trulli (ITA-Lotus) – 1min42s801
21. Timo Glock (ALE-Virgin) – 1min43s115
22. Lucas dI Grassi (BRA-Virgin) – 1min44s039
23. S. Yamamoto (JAP-Hispania) – 1min45s166
24. Bruno Senna (BRA-Hispania) – 1min46s649

Abraços

Anúncios
Esse post foi publicado em Alonso, Coreia do Sul, Esporte, Esportes, Ferrari, formula um, Hamilton, McLaren, Notícias, Notcias, Rapidinha, Rapidinhas, Red Bull, Treino, Treinos, Webber e marcado , . Guardar link permanente.