3º carro: A ideia ficou mais interessante

Finalmente Montezemolo falou algo digno de nota por aqui. Ele sempre bateu na tecla de que era melhor uma equipe grande ter um terceiro carro no grid, mas eu sempre torci o nariz nesse sentido porque isso tiraria a vaga das equipes pequenas, que são muito importantes para a renovação do grid, em termos de pilotos e corpo técnico, como engenheiros, projetistas e mecânicos.

Só que o dirigente ferrarista deu uma ótima ideia quando mencionou que o terceiro carro seria entregue para uma equipe privada. E ainda indicou os nomes da Ganassi e Penske, duas das melhores equipes americanas, para assumir o terceiro carro italiano.

Montezemolo citou a Ganassi e a Penske como equipes que poderiam assumir o terceiro da Ferrari a partir de 2013.

É evidente que a escolha dessas equipes tem tudo a ver com os planos da Ferrari em aumentar sua exposição no mercado norte americano. Nada contra, muito pelo contrário. Sem o marketing a F1 não existiria hoje. Inclusive, mesmo que esteja passando por uma crise econômica, os EUA terão mais uma chance de promover um GP a partir de 2012, já que é um importante mercado consumidor, tanto para a Ferrari quanto para a McLaren, para a Mercedes e para qualquer outra multinacional que patrocina as equipes na F1.

Dois carros bons no lugar da Hispania não seria nada ruim, muito pelo contrário.

Abraços

Anúncios
Esse post foi publicado em Esporte, Esportes, Ferrari, formula um, Ganassi, Indy, Montezemollo, Notícias, Notcias, Penske, Rapidinha, Rapidinhas, Regras e marcado , . Guardar link permanente.