Você sabia?

Olá meus 7 leitores diários (sim, ganhei mais uma!). Não sei se vocês perceberam, mas neste final de semana foi bastante movimentado no automobilismo brasileiro. Pelo que eu pude ficar sabendo sem ter que ir em site nenhum, tivemos uma prova do Top Series em Interlagos, tivemos o campeonato Petrobrás de Marcas e o WTCC em Curitiba e tivemos também o Campeonato Brasileiro de Gran Turismo no Rio. Além disso, tivemos o GP da Alemanha de F1 e uma etapa da Indy. Sei que a etapa da Indy foi no Canadá, mas estou com preguiça de ir saber como se escreve o local. E sei também que houve mais corridas do que essas que eu citei.

A corrida do GT e de Marcas foram muito boas por sinal, com belas ultrapassagens, esbarrões, toques… Infelizmente, não havia quase ninguém (se é havia alguém) acompanhando a corrida do brasileiro de GT no Rio. Em Curitiba havia mais gente, pois também acontecia na mesma pista a etapa do Mundial de Turismo, o WTCC.  Sério mesmo, ótimas corridas. Não acompanhei o Top Series, WTCC e nem a etapa da Indy, que foi vencida por Hélio Castro Neves. Vi a F1 e a punição que Vettel sofreu, mas sobre isso eu escrevo depois.

Grid do Campeonato Brasileiro de GT é bem recheado…

…. e o grid do Campeonato de Marcas estava bem cheio, mas não há fotos para colocar aqui. Culpa da má divulgação?

Bom, o que eu gostaria de deixar bem claro é que não vi nenhuma, ou quase nenhuma divulgação sobre os eventos, o que é uma pena. Corridas como essas, se bem divulgadas, levam gente para os autódromos sim. Só que eu não sei bem como teria que ser essa divulgação. Quem não gostaria de ver um esfrega-esfrega entre Mercedes, Audi, BMW, Lamborghini, Lotus, Porsche, Ferrari, Aston Martin…. O mesmo eu digo do campeonato de marcas, com envolvimento da Ford (Focus), Toyota (Corolla), Honda (Civic), Mitsubishi (Lancer) e GM (como que é o nome do sedan médio da GM mesmo?). Acho que os carros tem a mesma mecânica, não sei, mas foi um pega pra capar o tempo inteiro. Além disso, a maioria dos pilotos são conhecidos da categoria mais divulgada por aqui, a Stock (sic!).

E têm mais, os narradores da Rede TV! desceram a lenha na CBA, no governo e o escambau!  Justamente porque destruíram Jacarepaguá e o Rio fica sem uma praça para correr. Chega a ser ridículo a situação. Como disse um dos narradores, talvez meus bisnetos consigam corridas em Deodoro. Infelizmente, foi na Rede TV!, que tem pouquinho ibope. Talvez a audiência do canal tenha o mesmo número de pessoas que foram à Jacarepaguá. Sei que o Galvão, às vezes, toca no assunto durante as transmissões.  Mas é pouco. Deveria haver uma maior mobilização pelo nosso automobilismo, porque ainda há grandes corridas por aí.

Como seria essa mobilização eu não sei mesmo.

obs.: depois eu corro atrás de fotos para deixar isso aqui mais biíto!

Anúncios
Esse post foi publicado em Adeus Jacarepaguá, Aston Martin, Audi, BMW, Chevrolet, Corrida, Esporte, Esportes, Ferrari, Focus, Ford, Ford Focus, Ford GT, GM, Honda, Interlagos, Lamborghini, Lotus, Lotus Evora, M3, Mercedes, Mercedes SLS AMG GT3, Pessoal, Porsche, R8, Rapidinha, Rapidinhas, Rio de Janeiro, WTCC e marcado , . Guardar link permanente.

5 respostas para Você sabia?

  1. Joao Nunes Ferreira Junior disse:

    Acabei por esquecer, a Indy foi no Canadá, em Edmonton, pista que fica “dentro” de um aeroporto e a Nascar esse final de semana foi em Chicago, na pista oval de Chicagoland, oval com 1,3 milhas, correram a Camping World Truck Series e a Nationwide Series, a Sprint Cup “folgou” esse findi.
    Só prá constar, a Camping World Truck Series são 28 etapas, a. Nationwide Séries são 34 etapas e a Sprint Cup são 36 etapas, sendo a primeira sem contar pontos pro campeonato e as 10 últimas pertencentes ao Chase, onde participam os que tem reais possibilidades de ganhar o campeonato, se não me falha a memória são 20 pilotos que disputam o Chase.
    Abraço a todos.
    Att,
    João Nunes Ferreira Junior
    joaojnf@gmail.com

    Curtir

  2. Joao Nunes Ferreira Junior disse:

    Em primeiro lugar parabéns pelos posts!!!
    Seguinte, apenas algumas considerações de quem tenta acompanhar todas as categorias do automobilismo, motociclismo, enfim, qquer coisa que envolva motores, corrida e pilotagem…e como sou “seguidor” de seus comentários gostaria de contribuir com algumas intervenções, lá vai…
    Faltou citar a Mitsubishi, com o Lancer Evolution X, no Brasileiro de Marcas, que aliás provavelmente seja o campeonato mais disputado atualmente no Brasil! Ainda sobre a Copa Petrobrás de Marcas e Pilotos ou Brasileiro de Marcas, como queiram, todos os carros utilizam a mesma mecânica, qual seja, motores Berta, argentinos, 2.0, 4 cilindros, com 300 cvs de potência, algo em torno de 35 kgfm de torque, giram mais ou menos 8000 rpm…a caixa, não lembro se é Sadev ou Xtrac, mas são 6 marchas sequenciais à frente mais a ré.Suspensão, freios e praticamentek todo o resto é padrão, podendo as equipes fazerem apenas alguns ajustes, daí a competitividade.
    Poderíamos também falar da Nascar, mais uma categoria da qual sou muito fã (ainda sou alucinado pela V8 Supercars – tipo Stock Car australiana, WRC – campeonato mundial de rally, Brasileiro de Marcas e os campeonatos estaduais de marcas, mas sem esquecer a DTM – tipo Stock Car alemã e Fia GT1 – campeonato mundial de supercarros, WTCC – Campeonato mundial de turismo e a ARRANCADA NACIONAL – leia-se Opalas aspirados…comandinho 320 graus, três carburadores Webber…) e falando em Nascar, temos de falar em Miguel Paludo, Nelsinho Piquet, que aliás ganhou a etapa de Road América da Nationwide Series (segunda categoria da Nascar, com a Sprint Cup sendo a principal e a Camp Truck Séries sendo a terceira categoria, mais ou menos a categoria de acesso às duas principais, onde o Paludo e o Nelsinho competem) e também fica a ressalva ao Pietro Fittipaldi, neto do Émerson, que compete na K&N East Series, categoria de acesso às três principais, e o guri só tem 15 anos…
    Bom, poderia falar aqui sobre muito mais, sobre todas essas categorias que comentei anteriormente, que acompanho diretamente , com dados técnicos de motorizações e pistas, equipes, sei lá, sou piloto e tenho diversos cursos de pilotagem, então falar disso pra mim é muuiiito prazeroso, se não for problema, posso contribuir com tudo que sei e acompanho.
    PS: Acabei por esquecer uma categoria que particularmente considero uma das melhores do mundo, TC2000; campeonato argentino de marcas, muito parecido com o nosso Brasileiro de Marcas, inclusive com a mecânica muito parecida, com muitos componentes iguais.
    Um grande abraço a todos que acompanham e meus parabéns ao organizador!!
    Att,
    João Nunes Ferreira Junior
    joaojnf@gmail.com

    Curtir

    • Valeu pelo comentário João.

      Sobre o caso do Lancer, durante a transmissão foi informado que a montadora japonesa utiliza a nomenclatura GT, versão intermediária encontrada nas concessionárias da marca. Acredito eu, por se tratar de uma corrida em circuito fechado. Sei que é bem mais conhecido pelo seu apelido Evo e sua versões baseadas nos carros de rali. Mas isso não tem importância.

      Outro detalhe sobre o post, e que podemos pegar como exemplo o comentário do outro leitor, é que não há divulgação das provas nacionais. Comentei justamente sobre as provas que foram transmitidas em tv aberta! Era sobre isso que eu queria chamar a atenção. Nem os próprios canais divulgam e oferecem uma maior divulgação sobre os eventos que elas cobrem. Por isso que o nosso outro amigo só ficou sabendo da F1, pois a Globo passa centenas de chamadas durante sua programação.

      Mas agradeço novamente pela sua contribuição e sua ajuda é mais do que bem vinda!

      Um grande abraço;

      Leandro Castro

      Curtir

  3. playrp disse:

    Tirando a Fórmula 1, não vi mais nada na TV…

    Curtir

Os comentários estão encerrados.