Público Zero!

Esqueci de comentar sobre o pequeno número de pessoas que compareceram em Interlagos para acompanhar a prova. Quem esteve lá falou que foram, no máximo, 5 mil pessoas, enquanto que os promotores do evento falou que haviam vendido 18 mil ingressos. Tem algo errado nessas informações e vão falar que tudo foi uma maravilha.

O motivo do público ruim nós já conhecemos. Brasileiro não gosta de corridas porque simplesmente não consegue entender a dinâmica delas. Só assistem as corridas caso tenha um brasileiro “ídolo”, com bastante mídia em cima dele e que ele só não vencerá caso aconteça alguma tragédia. Quer um exemplo disso? Basta ver a cobertura do MMA, WMA, TWA, SMS, INSS, Vale Tudo, porradeiro desenfreado, sei lá como chamam aquilo. Brasileiro entende de violência. Quem bater mais ganha oras! Simples. Ibope alto.

Embora digam que a corrida teve bastante divulgação, com o Emerson indo nos programas de tv e tal coisa, acho que deveriam divulgar com muito mais antecedência e de forma maciça. Por exemplo, eu não vi nenhuma matéria decente na tv aberta sobre os carros, os pilotos, sobre o campeonato e suas provas. Qual outra prova a Globo e Sportv cobriram? Vi apenas uma matéria de no máximo 3 minutos sobre Le Mans e nem era na época da corrida.  Mostre-me algum jornal que tenha disponibilizado um grande espaço para as 6 Horas de Silverstone, etapa anterior à paulista. Mostre-me algum jornal que tenha uma foto dos Audis cruzando a linha de chegada juntos em Le Mans, prova que esta entre as 3 mais tradicionais e maiores do mundo! Duvido que tenha. Se tiver, deve ser minúscula.

Se você abrir o jornal de segunda posterior a uma corrida de F1 (inclusive os daqui do ES, jornal regional) tem, no mínimo, uma página inteira falando como foi a corrida e um espaço dedicado aos comentários dos pilotos brasileiros após a corrida. Se o brasileiro ganhar então, tem até foto no rodapé da capa do jornal.

Só para se ter uma ideia, no Esporte Espetacular deste domingo (acabaram com todos os programas esportivos da Globo, diga-se de passagem) houve uma matéria em que Luciano Burti levou Galvão Bueno e Reginaldo Leme para darem uma volta em um F1 modificado para levar passageiros. Uma coisa ridícula e sem informação nenhuma, mas é uma forma de divulgação. O público gosta dessas coisas ridículas. “Olha lá, um carro de F1 com três lugares!”

Enfim, divulgar uma corrida com 3 semanas de antecedência é uma coisa. Mostrar para o público como é o campeonato, os carros, cobrir as etapas, explicar que aquilo lá é um mundial de respeito, matérias especiais, isso não fizeram. E nem vão fazer. Quero ver se vão passar a próxima etapa, se vai ter matéria na tv, se vai ter foto no jornal.

As corridas de F1 estão dando 10 pontos de audiência, mesmo com 40 anos de transmissão, com  piloto “da casa” correndo por equipe de ponta. Um dos maiores ídolos desse país correu de F1. Não sei quanto que dá a tão falada Stock Car, mas imagino que seja bem pouco, pois não são todas as etapas que passam na integra. Agora pense nas outras categorias que passam nos outros canais. Pense na Indy, que quase não passa mais na Band. É sério, se brasileiro um dia gostou de corridas, hoje ele não gosta mais.

Anúncios
Esse post foi publicado em 6 horas de Interlagos, Curiosidades, Esporte, Esportes, Pessoal, WEC e marcado , . Guardar link permanente.

2 respostas para Público Zero!

  1. Obrigado pela participação Nelson. E muito bem lembrado sobre o motociclismo. A última reportagem sobre isso que eu vi na tv foi com o Cafú e o filho dele!
    Pode isso?
    Abraços

    Curtir

  2. Nelson Gomes disse:

    Concordo plenamente com tudo o que esta escrito, Quando vai passar quaquer joguinho de futebol as tvs, ficam a semana toda falando no jogo do final de semana. No dia do jogo os jogodores são filmado desde quando sai da concentração até o estádio, após o jogo fica aquele debate ridiculo das emissoras, uma tentando ter mais audiência que a outra. E nós somos obrigado houvir tanta besteira. Enquanto tem muita gente que gosta do automobilismo, pena que o nosso país só da valor a cantor de musiquina que não tem letra nenhuma que preste. e jogadores que fazem de conta que jogam e são tratados de rei, principes, fenomeno e outros bichos. Esportista que gosta do que faz é o Emerson, Airton Senna, e outros pilotos que arriscam tudo porque gosta do que faz e não só por dinheiro esses tem valor. Falo tambem do motociclismo temos vários pilotos bons não são comentados em nosso país.

    Obrigado.

    Curtir

Os comentários estão encerrados.