Seção Retrô: Mercedes 300 SL na Panamericana – 1952

Neste ano a Mercedes esta comemorando 60 anos da dobradinha do modelo 300 SL na corrida Panamericana. Só para lembrar, o modelo 300 SL também venceu em Le Mans, Nürburgring e em Berna no ano de 1952.

Na época, a prova mexicana era considerada uma das mais duras do mundo. Disputada em estrada aberta nas montanhas do México, era feita quase toda a altitudes superiores a 2000 metros e os acidentes aconteciam com certa regularidade.

A Mercedes preparou três 300 SL, preparando a regulagem dos carburadores para as altas altitudes e aumentar a potência para conseguir 180 cv. Como os carros alemães foram dos primeiros a partir, não tiveram grandes problemas com o desgaste da pista.

A largada aconteceu no dia 19 de novembro de 1952 e a primeira etapa ligou Tuxtla a Oaxaca, com uma distância de 530 quilômetros.  E foi logo no primeiro dia que aconteceu um dos mais famosos momentos da Mercedes, quando o 300 SL pilotado por Karl Kling colidiu com um abutre.

Kling estava a mais de 200 km/h quando abutre se chocou contra o para-brisa. Seu copiloto, Hans Klenk, acabou ferido no acidente. O copiloto ficou inconsciente durante algum tempo, mas o piloto da Mercedes conseguiu acordá-lo depois.

Depois de recuperar os sentidos, Klenk pediu que continuassem na corrida. A dupla conseguiu terminar a etapa em terceiro lugar, apesar do acidente. Durante a parada, o veículo foi equipado com um para-brisas novo, com quatro barras de metal verticais de cada lado.

No 23 de novembro e após oito alucinantes e desgastantes etapas, Kling e Klenk cruzaram a linha de chegada em Ciudad Juárez, com um tempo de 18 horas, 51 minutos e 19 segundos. Hermann Lang e Erwin Grupp terminaram em segundo, 35 minutos atrás da dupla vencedora.


Hoje o carro se encontra no Museu da Mercedes.

Abraços

 

Anúncios
Esse post foi publicado em 300 SL, Curiosidades, Esporte, Esportes, Mercedes, Panamericana, Pessoal, Retrô, Seção Retrô e marcado , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Seção Retrô: Mercedes 300 SL na Panamericana – 1952

  1. Juanh disse:

    Hermoso Mercedes, y de una carrera que lamentablemente se extraña mucho, la gran Carrera Panamericana. El 300SL Coupé es un muy bello auto.
    Tengo el 300SL Spider que corrió John Fitch en esa carrera, con el nº 6, el que se aprecia en la primera foto. Acá hay fotos del auto en esa carrera:
    http://juanhracingteam.blogspot.com.ar/2012/03/077-mercedes-benz-300-sl-spider.html
    Abrazos!

    Curtir

  2. Republicou isso em Fórmula Total.

    Curtir

Os comentários estão encerrados.