GP Abu Dhabi 2012


Poucas foram as corridas ruins neste ano. E o GP de Abu Dhabi tinha tudo para ser mais uma chatona deste ótimo e singular campeonato deste ano, pois tem o histórico de produzir corridas monótonas e sem graça. Sempre disse aqui em anos anteriores que o motivo das corridas ruins não era apenas culpa do belíssimo circuito. Tínhamos um regulamento que não ajudava, pneus ultrarresistentes e os pilotos tinham uma parcela (maior!) de culpa. Sim, os pilotos eram os vilões, porque simplesmente não arriscavam tanto. Basta lembrar do campeonato que Alonso perdeu justamente por não conseguir ultrapassar Petrov.

Porém, quem acompanhou a corrida de Abu Dhabi ontem viu um verdadeiro espetáculo de pilotagem dos dois pilotos que irão disputar até o final qual levará o título de campeão deste ano, Vettel e Alonso. Além disso, vimos o boa praça Kimi sair-se como vencedor do GP – o oitavo vencedor diferente deste ano.

Realmente faltava uma vitória para coroar o excelente retorno de Räikkönen (Raikkonen, Raikkönen, Räikkonen, nome chato de digitar pra caramba). E Kimi deu show neste ano, tanto dentro quanto fora das pistas. Diferente de todos e indiferente para tudo que acontece ao seu redor, Kimi mostra que não precisa ser uma celebridade para brilhar. E as conversar com seus engenheiros durante a prova foram épicas!

Alonso com a sua Ferrari: mais um ótimo resultado para o espanhol, que contou com um carro inferior ao longo do final de semana e chegou mais uma vez ao pódio. Sem dúvidas merece ser tri campeão.

Vettel: Uma das suas melhores corridas, mostrou que também é merecedor do título deste ano!

Tivemos várias ultrapassagens legais e várias disputas por posições. Destaque para os dois acidentes que causaram a entrada do safety car, causando ainda mais rebuliço no movimentado GP. No primeiro acidente, Rosberg não percebeu que Karthikeyan levantou o pé de repente e passou por cima da Hispania. Rosberg não poderia, por exemplo, participar de uma prova de endurance pilotando protótipos.

O outro acidente que causou a entrada do safety car aconteceu justamente porque havia uma linda disputa por posições. Além de Perez, o culpado no caso, Webber, Grosjean e Di Resta foram os envolvidos na batida. Inclusive Webber foi o braço duro do dia, sempre muito estabanado, sei lá,  e se lascou em outras oportunidades antes de abandonar a corrida. Primeiro ele tentou passar Maldonado por fora. Se deu mal e caiu algumas posições. Depois tentou a mesma manobra, mas desta vez em cima de Massa. Também se deu mal, mas o brasileiro acabou rodando.

Galerinha do barulho: Grosjean, Perez, Di Resta e Webber

O título de braço duro do final de semana ficou para Webber

No mesmo ponto, Vettel fez uma bela manobra em cima de Button, que lutou bravamente por várias voltas contra o alemão. Lógico que o inglês é um lorde e Vettel assumiu a 3ª colocação sem problemas. 

Já Alonso, perdeu a grande oportunidade de diminuir a distância entre ele e Vettel de forma mais acintosa. Baixou apenas 3 pontos e agora tem que descontar mais 10, faltando apenas duas corridas, se eu não estiver enganado. Porém, o resultado nos dá a esperança de ter uma disputa mais emocionante pelo título neste finalzinho de campeonato.

Alonso e o chororô: — Pô, só chegar em segundo não adianta!

Na verdade, se Alonso ganhar o campeonato, será uma vitória épica, digna dos maiores pilotos que já andaram na F1. Se Vettel ganhar, também estará em boas mãos, pois além de ótimo piloto, sua equipe esta afinada e conta com Newey (sem comentários!). E quem conta com a melhor equipe e o melhor equipamento tem que ganhar mesmo.

E é só isso. Só queria mesmo colocar algumas palavras aqui. Nada de detalhes da corrida ou coisas do tipo. É apenas um pequeno registro mesmo.

Abraços

Anúncios
Esse post foi publicado em Abu Dabhi, Abu Dhabi, Alonso, Corrida, di Resta, Esporte, Esportes, Ferrari, Force India, formula um, Grosjean, Lotus, Notícias, Perez, Pessoal, Raikkonen, Rapidinha, Rapidinhas, Red Bull, Renault, Sauber, Vettel, Wallpapers, Webber e marcado , , , . Guardar link permanente.