Fala Felipe e as decisões da Ferrari – atualizado

“A corrida de hoje [domingo] foi como uma vitória. Por tudo aquilo que aconteceu na largada. Hoje de manhã, não estava feliz. Não existe piloto que fique feliz após entregar cinco posições no grid. Sem dúvida, estava chateado, mas fiz pelo bem da equipe. Tudo que o time quer é lutar com o Fernando [Alonso] até o final para tentar ser campeão”,

“Talvez seja difícil achar outro piloto que aceitaria o que eu fiz.  E fiz até pelo meu bem, porque largar de 11º e chegar em quarto foi sensacional. Ultrapassei todos os pilotos que estavam à minha frente e só superei um na largada. A corrida de hoje foi a melhor do ano, junto com Japão e Coreia”,

“Para falar a verdade, temos que pensar em fazer aquilo que é o jeito mais honesto. Sou um cara superhonesto e acho que este foi o caminho certo. Sou muito feliz pela minha vida, pelo que conquistei e aquilo que continuo conquistando. Muita gente fala, fala e fala, mas no fim das contas, o negócio é fazer a coisa certa. Temos que ser limpos e falar a verdade. Não adianta enrolar e falar mentira. A posição da equipe foi honesta.”

Muito bem. Agora sabemos o que Massa pensa a respeito. E tem mais, gostei da forma franca e aberta que ele tratou o caso. Como se não bastasse o “comportamento profissional”, Felipe matou a pau neste final de semana, mostrando para todo mundo que tem capacidade de continuar pilotando pela equipe de Maranello. Ele esta recuperado mentalmente. O espanhol simplesmente não conseguiu “se achar” neste final de semana, enquanto que o brasileiro foi muito rápido, inclusive, durante toda a corrida.

A troca fajuta da transmissão (eu sei, só romperam o lacre) do carro de Felipe neste final de semana é, simplesmente, o retrato de nossa sociedade. Todo mundo já sabe do que que a equipe italiana é capaz de fazer para atingir seus objetivos. A Ferrari meteu um pontapé na bunda da politicamente correto e fez o que tinha que ser feito, independente do nosso julgamento, se é imoral e outras tantas coisas que as pessoas pregam, mas que no dia a dia a sociedade deixa guardada em algum buraco. No final das contas a Ferrari conseguiu o que queria, que era levar a decisão para São Paulo.

Eu não vou julgar ninguém, mas se eu fosse Alonso, teria largado em oitavo.

Abraços

Obs.: Vamos deixar bem claro uma coisa: eu não sou a favor das atitudes da Ferrari e não acho que para atingir meus objetivos eu faço qualquer coisa. Mas tem gente que faz. E Massa é um pau mandado dentro da Ferrari. É isso.

Anúncios
Esse post foi publicado em Austin, Esporte, Esportes, Estados Unidos, Ferrari, formula um, Massa, Pessoal e marcado , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Fala Felipe e as decisões da Ferrari – atualizado

  1. Nelson Gomes disse:

    Concordo com o que esta escrito, mas acho que sempre a ferrari não vai jogar limpo, inclusive tendo como piloto o Fernando Alonso ou se fosse o Chume.
    Lembrando que estava proibido o jogo de equipe, é por isso que sou Maclaren desde da época do Senna. Assisti a prova de marca e piloto transmitida pela Rd TV, que pega do Fabio Fogaça moleque ainda mostrando o que pressão e pilotando carro de rua. Sei que a velocidade é muito maoir de um formula, mas em questão de pilotagem e a mesma. O automobilismo. precisa de piloto e não de malandragem isto estamos cheio de ver e houvir, ser honesto é agir e não só falar. Tem muito piloto bom no Brasil. A FERRARI DEVERIA SER PUNIDA, prejudicou o Bruno e outros que não mereciam lembrando tambem na época do Nelsinho Piquet, tambem foi injustiçado para beneficiar quem?

    Um abraço.

    Curtir

    • Oi Nelson, valeu pelo comentário.

      Mas na Fórmula Um não há injustiçados. Ele bateu o carro para continuar na Renault no ano seguinte. Ele beneficiou a todos, inclusive ele mesmo.

      Curtir

Os comentários estão encerrados.