Fórmula Total

Continuando a minisérie que festeja a volta da Jaguar em Le Mans.

Jaguar D-Type: 1955 pela Jaguar, 1956/1957 pela Ecurie Ecosse

As 3 vitórias simplesmente são de abalar o emocional. Não só por causa dos grandiosos concorrentes da Jaguar, mas como os fatos que aconteceram na pista no ano de 55.

Embora o C-Type estava fazendo sucesso nas pistas, o braço esportivo da Jaguar sabia que seria necessário um novo carro para se manter na frente das Ferraris, Maseratis, Mercedes, Alfas e Aston Martin. E antes mesmo da histórica vitória de 1953 o D-Type já estava pronto. Foram 18 meses de desenvolvimento do carro, que tinha como base o C-Type. Era uma evolução lógica, mas com diversas inovações tecnológicas.

A Jaguar utilizou conceitos e princípios utilizados na aeronáutica para criar o chassi (monocoque), a estrutura e o design do carro. Além disso, em 1954 a Jaguar abusou no uso de…

Ver o post original 914 mais palavras

Anúncios
Esse post foi publicado em Esportes. Bookmark o link permanente.