Hyundai Veloster: vergonhosos 116cv no dinamômetro da FullPower

Olha, eu não sou de ficar fazendo propaganda negativa de uma marca ou de determinado serviço aqui no blog. Quando faço, faço pela minha conta pessoal do twitter, deixando bem claro os problemas acontecem comigo e que poderiam ser resolvidos muito antes de eu ter tal comportamento, de ir na rede social dos 140 caracteres e escrever alguma besteira.

Porém, já vi pessoas fazerem isso, de ir no blog em que é dono e sentar o bambu em determinada empresa. E eu concordo com tal atitude, pois esclarece para o seu público como as pessoas são tratadas por determinada marca e tal. Depois que a pessoa tentou de todas as maneiras solucionar o problema, que ela não é culpada, acho que ela tem o direito de mostrar o quanto ela foi enganada, enrolada, chantageada, discriminada e outras coisas mais.

Acho que o brasileiro é muito desrespeitado, talvez porque as empresas achem que nós somos consumidores de segunda classe, analfabetos, preguiçosos, sei lá. Nós temos um Código de Defesa do Consumidor para garantir nossos direitos, mas acredito que as empresas, conhecendo o nosso sistema judicial e seus consumidores, não esquentam muito a cabeça com isso. O próprio consumidor é culpado disso, pois não costuma correr atrás dos seus direitos.

Só estou escrevendo sobre a medição feita pela revista FulPower porque é um caso grave. Várias pessoas já haviam se queixado do carro, falando que ele não correspondia ao que foi anunciado. Não sei se algum proprietário do Veloster acionou a justiça, mas sabemos que a Hyundai não é santa, como mostram essa, essa e essa matéria. Só citei três matérias, mas se vocês tiver disposição pode procurar no google.

Divulgar 140cv – como mostra a página do link – e ter apenas 116 é grave. Muito grave, pois se trata de um “esportivo” que beira os 90 mil reais. Mais grave ainda é que a Hyundai nunca – eu disse NUNCA – teve um carro disponível para testes, enquanto que todas as outras montadoras sempre cederam carros para o teste. Grave porque todos os outros carros testados tinham, ao menos, a mesma potência divulgada. Às vezes variavam um ou dois cavalos, mas nunca uma diferença, para menos, tão gritante. E teve carros que passaram pelo “azeite” das montadoras para chegarem lá tinindo, mostrando muito mais disposição do que o anunciado (o que é até normal quando as montadoras cedem os carros para revistas e sites).

O caso da Hyundai é grave e alguém tem que tomar uma medida se isso for mesmo verdade. E a Hyundai tem que soltar alguma nota, pois é vergonhosa a situação.

E pensar que já tivemos carros, lá nos anos 80, com muito mais potência do que o anunciado , né dona Volks.

 

Só para comparar, olha o que o Audi A3 fez no mesmo teste.

Anúncios
Esse post foi publicado em Audi, Curiosidades, Esporte, Esportes, Hyundai, Notícias, Super Video, Veloster e marcado , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Hyundai Veloster: vergonhosos 116cv no dinamômetro da FullPower

  1. Bom, que o carro é lento, isso fica claro mesmo para amadores.

    Curtir

Os comentários estão encerrados.